Projectoangra

Portflio

Rotunda João Paulo II

Espaços Públicos Retroceder

 

Esta rotunda localiza-se à entrada da cidade de Angra do Heroísmo, cidade Património Mundial, cruzando duas vias com movimento considerável, ou seja, a circular de Angra e o final da via rápida que liga Angra à cidade da Praia da Vitória.

É com base na sua localização que o projecto se desenvolve, tendo como conceito base o Património Mundial e as boas vindas à cidade de Angra do Heroísmo.

Deste modo, dentro da circunferência da rotunda vão existir outras circunferências, cada uma simbolizando um elemento da ilha Terceira, até se chegar ao património de Angra.

Assim, a circunferência maior, correspondente à da própria rotunda e simboliza tudo o que é exterior à ilha Terceira, o Mundo. Dentro da rotunda temos a ilha Terceira, com a sua paisagem verde, e montanhas representadas pela circunferência intermédia que corresponde à circunferência da modelação do terreno.

Conexa à modelação temos a circunferência menor, que simboliza o património construtivo, que neste caso, representa a cidade de Angra do Heroísmo. Esta circunferência menor vem desenhada com materiais inertes: um muro em pedra vulcânica basáltica, pavimento em calçada, lancil de betão e no centro desta o símbolo do Património Mundial em Aço Corten. O muro em pedra vulcânica funciona como uma bancada, como se fosse um anfiteatro com centro no património.

A vista principal da rotunda corresponde à de quem chega da via rápida e entra na cidade de Angra. Ai sim, se depara com o símbolo do património mundial, de frente, enquadrado com o muro de pedra vulcânica e a modelação do terreno. Funcionando este conjunto como as boas vindas à cidade em que vai entrar e como que uma “pista” ao que irá encontrar na cidade.

As outras três vias que conexão na rotunda apresentam diferentes vistas, não dando para se observar o símbolo na sua totalidade. Para quem sai de Angra, avista a modelação do terreno contratada com bagacina vermelha compacta, que adivinha um pouco do interior da ilha com as suas montanhas suaves.

O símbolo do património mundial é representado em Aço Corten, ou seja, uma aço que apresenta ferrugem, transmitindo a ideia de antiguidade e de cidade histórica.

 

 

Ficha Técnica

Data do projeto: 2008

Data da obra: 2009

Dono de obra: Secretaria Regional da Ciência, Equipamentos e Tecnologia

 

 

Copyright © Via Oceânica 2009